1. SOS Sustentar
  2. Notícias
  3. A camada que protege

A camada que protege

 

14/09/2018 - Dia 16 de setembro é o dia internacional para preservação da camada de ozônio

Dia da Camada de Ozônio é lembrado em 16 de setembro

A camada responsável por filtrar a radiação ultravioleta do tipo B, nociva aos seres vivos, continua ainda a sofrer com queda acentuada na concentração do ozônio existente na camada protetora que reveste a Terra. O lado positivo é que os cientistas da NASA que pesquisam esse efeito, ao longo deste ano, afirmam que o buraco está “aos poucos” diminuindo, principalmente, sob a Antártida. 

Ao chegar ao solo, na camada da troposfera, o ozônio perde a sua função de protetor e se transforma em um gás poluente, responsável pelo aumento da temperatura da superfície, junto com o óxido de carbono (CO), o dióxido de carbono (CO2), o metano (CH4) e o óxido nitroso (N2O).

Impactos ambientais

Conforme a engenheira agrônoma do Programa SOS Sustentar, Joziane Stürmer, o homem agrava a cada dia o aumento do buraco na camada de ozônio. Ele precisa pensar em suas atitudes e as consequências para que este processo diminua.  “Plantar árvores, preservar as áreas de APP, recuperar áreas degradadas sempre é uma boa alternativa quando falamos em meio ambiente, aliás, as árvores fazem a filtragem do ar que respiramos”.

Os efeitos nocivos da liberação da radiação nos seres humanos são vários e atingem os seres humanos, animais e toda a biodiversidade existente: problemas respiratórios, danos à visão, envelhecimento precoce, supressão do sistema imunológico e desenvolvimento de câncer de pele, prejudicam os estágios iniciais do desenvolvimento de peixes, camarões, caranguejos e outras formas de vidas aquáticas e reduz a produtividade do fitoplâncton, base da cadeia alimentar aquática, provocando desequilíbrios ambientais. O contato com o gás prejudica o crescimento de vegetais e plantas e ainda a alta reatividade do ozônio reduz a capacidade natural da flora de retirar o dióxido de carbono (CO2) da atmosfera.

Joziane destaca que atitudes mais conscientes, como consumir produtos e serviços mais saudáveis, separar o lixo, reciclar, optar por alimentos produzidos de forma saudável e sem a presença de agrotóxicos são algumas atitudes que devem ser analisadas e, aos poucos, colocada em prática. “O plantio de árvores traz grandes benefícios, gerando mais sombra, redução da sensação térmica, auxiliando na redução do carbono presente na atmosfera, indiretamente influenciando na conservação da camada de ozônio”, destaca a profissional.


 


MÍDIAS

 

Notícias

Fotos

Vídeos


 

 

 

Rua São Francisco, 613 E, | Bairro Maria Goretti | Chapecó - SC | CEP: 89801-451
(49) 3319-0500 | contato@sossustentar.com.br