Sapo brasileiro brilha sob a luz ultravioleta

A fauna brasileira é extremamente rica. Segundo dados do Ministério do Meio Ambiente são mais de 114 mil espécies de animais divididos entre vertebrados e invertebrados. Recentemente, um estudo publicado no jornal Scientific Reports relatou a existência de uma característica especial em uma espécie de sapo que vive no Brasil: conhecido como sapo-abóbora.

O animal que tem o nome científico de Brachycephalus ephippium fica fosforescente quando exposto a um padrão de luz ultravioleta (UV). Isso acontece por conta de uma rara configuração biológica de seus ossos, que permite à fosforescência.

Diferencial

“Os padrões de fosforescência são apenas visíveis à visão humana debaixo de uma lâmpada UV. Na natureza, se esses padrões fossem visíveis para outros animais, eles poderiam ser utilizados como sinais de comunicação intra-específica ou como reforço à coloração aposemática, alertando a sua toxicidade para afastar potenciais predadores”, afirmou em comunicado a líder do estudo, Sandra Goutte, pós-doutoranda associada em Abu Dhabi à Universidade de Nova York.

Fonte: Revista Galileu

Compartilhe nas redes sociais